sábado, 26 de janeiro de 2013

UM LIVRO A VOAR



http://2.bp.blogspot.com/-Dxwsw80aoj0/TZM1tA4AxGI/AAAAAAAAC28/h0AEZOUDrlQ/s400/Belezaeterna.jpg


A história dos homens
é um rio que adentra
planícies do Eterno.
Distende suas águas
do vento a canção.
 Espelha o infinito:
luares, estrelas,
sol, aves, nuvens,
árvores, campos  
em transmutação.

O homem-arcanjo,
um livro que voa
sobre esse rio,
com asas de Ícaro
anseia as estrelas,
afronta o destino.
Leva a esperança
de um jovem planeta
repleto de vida
e quase divino.

No espelho das coisas
à volta, contempla
o seu próprio ego
em transmutação.
Num átimo, as torres
das Alexandrias
são ruinas no chão.

Das comunidades
impressas nos morros
aos altos andares
dos arranha-céus,
mil atrocidades,
assaz repetidas,
se apagam sem réus.

A luz do Calvário
refulge, isolada,
goteja no sangue
da faca afiada.
Terrível tragédia
ocorre no sul.
Bombas explodem
por toda Istambul.
As rolinhas voam,
no céu sempre azul.

O pássaro-homem
se vê labareda
mas sabe que pode
ser bolha de ar.
Que a pedra mais bruta
encerra em si mesma
a obra de arte
por se lapidar.

Ensina a ciência
de antigos pedreiros
que a mágica é simples:
o “abracadabra”
é apenas - ousar.

Serenos, refletem
e esperam os sábios
que - sempre aprendizes -
anseiam ser bons.
Mas cerram seus lábios
ao que desconhece
com que ferramentas
 desbasta-se a rocha,
desperta-se os dons.

Não temem as forças
que atuam na sombra,
que espreitam suas luzes
                                                   descendo telhados.                                                                                                                                                     
Mantém-se irmanados
 por elos profundos.
E ensinam-me agora
que o quadro lá fora
é um riso do Eterno,
Supremo Arquiteto
de todos os mundos.

A luz do Calvário
goteja no sangue
da faca afiada.
Refulge, entretanto,
nas flores que nascem
à beira da estrada.
Londrina, 25 de janeiro de 2013.

.........................................................................................................................................................................................

Com muita alegria venho informar a todos  os  meus amigos e amigas que por estes dias estarei lançando em Londrina, pela Editora  Ithala, de Curitiba,  a  primeira  edição do livro ESTADO DE ESPÍIRITO.  Terei imenso prazer em poder autografá-lo para vocês. 
Aguardem,  só mais alguns dias... Estarei divulgando tudo sobre o lançamento. E espero que gostem!








Postar um comentário

Adquira o seu exemplar

Adquira o seu exemplar
livro.estadodeespirito@gmail.com

COMENTÁRIO DE ISABEL FURINI, laureada poeta e escritora sobre a obra poética "Estado de Espírito"

http://www.icnews.com.br/2013.03.05/negocios/livros-de-negocios/estado-poetico-de-espirito/

Pesquisar este blog

HINO OFICIAL DE LUIZ ANTONIO

Letra: Sersank (Sergio S. Cunha)
Música: Irineu Santa Catarina


Clique para ouvir

https://www.youtube.com/watch?v=FmWSt6RqGs4

BEBO PAROLAS EN ESPERANTO

ESPERANTO: La solvo (A solução)

ESPERANTO: La solvo (A solução)

VEJAM O ÁLBUM DA POETA ENIDE SANTOS

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.328048557298805.1073741827.100002809917747&type=3

Veja aqui a NOTA da Prefeitura Municipal de Londrina sobre o lançamento doLivro de SERSANK

http://www.londrina.pr.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17367:sergio-sesank-lanca-estado-de-espirito&catid=88:cultura&Itemid=975

EL VIAJE DEFINITIVO - Poema de Juan Ramon Jimenez