terça-feira, 29 de julho de 2014

UM GRITO DE REVOLTA


 
 
ODE ÀS CRIANÇAS MORTAS DA PALESTINA
 
 
Imagem: Bushra Sharam

"Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados! Quantas vezes Eu quis reunir os teus filhos como a galinha reúne os seus pintinhos debaixo das suas asas, mas  não o aceitastes!" (Lucas, XIII; 34)
 
Como vê-las, assim,
meros alvos apenas
de duros sistemas
de ódio e opressão?
São aves que voam,
mesmo ceifadas
suas asas no chão.
 
Clamam por elas
desesperadas
mães com seus gritos.
Clamam ribeiros,
caminhos, cidades,
escolas, indústrias,
púlpitos, lares,
rostos aflitos.
 
Como vê-las, assim,
meros alvos apenas
de duros sistemas
de ódio e opressão?
Que adentrem as luzes
dos céus infinitos,
mesmo ceifadas
suas asas no chão. 
 
Aves crianças,
levem as dores
de um mundo que morre,
(de um mundo que morre
por culpa dos homens)
para as estrelas
na imensa amplidão.
(Sersank, julho de 2014, quando todo o noticiário destaca o abominável genocídio praticado por Israel na Faixa de Gaza.)





Foto de Dhakar News


Veja a publicação no BondeNews:

 
 
Parte inferior do formulário


Postar um comentário

Adquira o seu exemplar

Adquira o seu exemplar
livro.estadodeespirito@gmail.com

COMENTÁRIO DE ISABEL FURINI, laureada poeta e escritora sobre a obra poética "Estado de Espírito"

http://www.icnews.com.br/2013.03.05/negocios/livros-de-negocios/estado-poetico-de-espirito/

Pesquisar este blog

HINO OFICIAL DE LUIZ ANTONIO

Letra: Sersank (Sergio S. Cunha)
Música: Irineu Santa Catarina


Clique para ouvir

https://www.youtube.com/watch?v=FmWSt6RqGs4

BEBO PAROLAS EN ESPERANTO

ESPERANTO: La solvo (A solução)

ESPERANTO: La solvo (A solução)

VEJAM O ÁLBUM DA POETA ENIDE SANTOS

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.328048557298805.1073741827.100002809917747&type=3

Veja aqui a NOTA da Prefeitura Municipal de Londrina sobre o lançamento doLivro de SERSANK

http://www.londrina.pr.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17367:sergio-sesank-lanca-estado-de-espirito&catid=88:cultura&Itemid=975

EL VIAJE DEFINITIVO - Poema de Juan Ramon Jimenez