quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Da Revista de Carlos Zemek, Curitiba (PR)



INÍCIO » POESIA » SERGIO DE SERSANK: REGRESSO 
PUBLICADO POR: CARLOS ZEMEK DATA: SÁBADO, 1 DE OUTUBRO DE 2016 / COMENTÁRIOS: 0


Fotografia de Isabel Furini


REGRESSO



Do estrépito das metrópoles
em que tenho consumido
noites de insônia e difíceis dias
torno aos antigos pássaros
carros de bois
toscas casas
coloridas borboletas.

Sorrio como dantes
entre rios, várzeas, bosques...
O vento nos meus cabelos
vem de antigas primaveras.

Filho pródigo das montanhas,
me vejo presente e vivo
nas coisas à volta.

Sobre a grama verde
a estender-se nos declives
há cogumelos.

Pastam as vacas, mugindo calmas,
latem os cães, de contentes.

Ao pé de um tronco seco na porteira
há “marias-sem-vergonha”
e estende-se, pedregosa, a via
de ipês e flamboyants
a abrir-se em flores...

O leve chapéu de palha
e a roupa agora tão simples
é como se me pertencessem desde sempre.
Nunca me deixaram.

Nuvens se movem no céu desta tarde,
compõem-me rostos que se dissolveram
na busca dos seus arco-íris.
Sinto dizerem-me ainda
que os nossos sonhos de infância
não ficaram no caminho.

Ah, como eu amo estes campos
em que distante de todos
jamais estive sozinho.


 Sergio de Sersank






Sergio de Sersank, poeta londrinense cultiva o hábito de escrever desde a juventude. Foi laureado em diversos Concursos de Trovas e Poesia. Parte de sua produção literária pode ser vista no Blog “Estado de Espírito” (www.sersank/blogspot.com.br).
Tem publicado versos em diversos sites literários, jornais e revistas do Brasil e do Exterior.
Sersank teve sua primeira obra “Estado de Espírito” lançada em 2013 em primorosa edição pela Editora Ithala.

Dele diz, na apresentação, a escritora e laureada poeta Isabel Furini:

“Distante dos modismos da época, Sersank conduz o leitor pelo ca­minho eterno da poesia. Poesia como beleza. Seus versos foram escritos com emoção. E como já falou o renomado escritor e poeta Mário de Andrade, “a obra de arte é uma máquina de produzir emoções”..


Sergio de Sersank prepara para publicação dois outros livros: “Trovas de Sersank” e “Poemas Espiritualistas”. Também está vertendo para o Esperanto, língua que domina bem, a obra “Estado de Espírito”.

Súmula:

Título do Livro: Estado de Espírito
Autor: Sergio de Sersank  (pseudônimo)
Gênero: Poesia, 192 páginas
Nome Civil do Autor: Sergio Santos Cunha

COLUNA: POESIA

Fonte:
Acesso: 05out2016


Postar um comentário

Adquira o seu exemplar

Adquira o seu exemplar
livro.estadodeespirito@gmail.com

COMENTÁRIO DE ISABEL FURINI, laureada poeta e escritora sobre a obra poética "Estado de Espírito"

http://www.icnews.com.br/2013.03.05/negocios/livros-de-negocios/estado-poetico-de-espirito/

Pesquisar este blog

HINO OFICIAL DE LUIZ ANTONIO

Letra: Sersank (Sergio S. Cunha)
Música: Irineu Santa Catarina


Clique para ouvir

https://www.youtube.com/watch?v=FmWSt6RqGs4

BEBO PAROLAS EN ESPERANTO

ESPERANTO: La solvo (A solução)

ESPERANTO: La solvo (A solução)

VEJAM O ÁLBUM DA POETA ENIDE SANTOS

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.328048557298805.1073741827.100002809917747&type=3

Veja aqui a NOTA da Prefeitura Municipal de Londrina sobre o lançamento doLivro de SERSANK

http://www.londrina.pr.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17367:sergio-sesank-lanca-estado-de-espirito&catid=88:cultura&Itemid=975

EL VIAJE DEFINITIVO - Poema de Juan Ramon Jimenez