segunda-feira, 1 de novembro de 2010

INSCRIÇÃO NA LÁPIDE







Não creias tudo acabe sob a lousa fria
Da terra que recobre os despojos carnais.
Nada sabe de Deus quem supõe “fantasia”
O haver vida abundante nos planos astrais.

Fita os astros no espaço. Ouve: que sinfonia!
Ciclos e mutações em pautas magistrais!...
É a razão quem nos fala da Sabedoria
Que sustém o universo e nos fez imortais.



Retrocede no tempo... O Evangelho do Mestre...
Redivivo, Ele torna ao cenário terrestre
E se faz a Esperança nos lares da dor.

Ergue os olhos ao céu d’onde todos provimos:
Pelo espaço e no tempo, viajores, seguimos
Para a glória da luz e as benesses do amor!

(Do opúsculo "Oásis de Luz", de Sersank)


(DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS POR LEI)


(ESTE SONETO FOI CLASSIFICADO EM 1º LUGAR NO CONCURSO DE POESIA ESPÍRITA DA "ARTE POÉTICA CASTRO ALVES", DE SÃO PAULO, CAPITAL, EM ABRIL DE 1991, HOJE EM SUA 20ª EDIÇÃO)

Imagem disponível no Google

http://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://4.bp.blogspot.com/_LOW4OnK2-RU/SLS9W0YyjaI/AAAAAAAAAEk/WHKkkXpyxzs/s400/campo%2Bflorido%2B-%2B01.jpg&imgrefurl=http://porqueviverebom.blogspot.com/2009_06_01_archive.html&usg=__CoZ9I9O9OLLaCS-LP78MZucN2ls=&h=276&w=400&sz=22&hl=pt-br&start=0&zoom=1&tbnid=AO8WO0VtSugYUM:&tbnh=137&tbnw=183&prev=/images%3Fq%3DA%2Bcampa,%2Bo%2Bc%25C3%25A9u,%2Bo%2Binfinito%26hl%3Dpt-br%26biw%3D1276%26bih%3D599%26gbv%3D2%26tbs%3Disch:1&itbs=1&iact=rc&dur=1063&ei=DGfPTIDKCoT68AaT0MyjBg&oei=DGfPTIDKCoT68AaT0MyjBg&esq=1&page=1&ndsp=18&ved=1t:429,r:8,s:0&tx=73&ty=68

5 comentários:

Sersank disse...

Do site:
http://www.luso-poemas.net/index.php

Enviado por Ennio Valan
Publicado: 02/11/2010 19:38 Atualizado: 02/11/2010 19:38
Participativo


Usuário desde: 02/11/2010
Localidade:
Mensagens: 36
Re: INSCRIÇÃO NA LÁPIDE

Eloquente. Gostei.


Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=158659#ixzz14ADRsgNk
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Sersank disse...

Sobre o Soneto “Inscrição na Lápide”
Do site: http://www.luso-poemas.net/index.php

Enviado por ângelaLugo
Publicado: 02/11/2010 21:05 Atualizado: 02/11/2010 21:05
Colaborador


Usuário desde: 04/9/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 15095
Re: INSCRIÇÃO NA LÁPIDE p/ SERSANK

Olá caro poeta

Um primeiro lugar bem merecido
já que é tão difícil falar deste
momento onde a dor nos sufoca, mas
em teu soneto vi a beleza além da
matéria e também a luz do desconhecido
que somente veremos quando de fato
morrermos...Adorei ter lido
Parabéns

Beijinhos no coração


Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=158659#ixzz14ACFW9lS
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Sersank disse...

Re: INSCRIÇÃO NA LÁPIDE p/ SERSANK
Olá Ângela!
Obrigado pelas palavras gentís que me valem também por estímulo.
De fato, só veremos a realidadade plena quando estivermos livres dos grilhões da matéria.
Meu abraço fraterno,
Sergio Sersank


Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=158659&com_id=625516&com_rootid=622066&com_mode=thread&com_order=0#comment625516#ixzz14dHH0uVa
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Sersank disse...

Sobre o Soneto “Inscrição na Lápide”
Do site: http://www.luso-poemas.net/index.php

Julio Saraiva
Publicado: 07/11/2010 23:48 Atualizado: 07/11/2010 23:50
Colaborador


Usuário desde: 13/10/2007
Localidade: São Paulo- Brasil
Mensagens: 4899
Re: INSCRIÇÃO NA LÁPIDE p/Sersank Kojn
Embora não seja o meu estilo, que sou bem marginal - venho da geração do Leminski, de 1970 -, curvo-me a este seu soneto perfeito, obediente às regras de quem respeita os catorze versos. Curvo-me. E gosto.

Abração,

julio

PS: Por aqui engana-se tanto, fazendo duas quadras e dois tercetos, dizendo que é soneto. Quando se depara com coisa boa, como este seu, meus olhos se enchem. Adorei.


Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=158659&com_id=625622&com_rootid=625622&com_mode=nest&com_order=0#comment625622#ixzz14eQfKGM8

Sersank disse...

Gratíssimo, Júlio. (*)

Vindo de quem vem, as palavras ganham um sentido especial para mim. Curvo-me também ao seu talento. Não participei da “geração de poetas do mimeógrafo”. Mas sei que o movimento marginal produziu muita coisa boa e muitos nomes de valor para a cultura brasileira. O inesquecível e inovador poeta paranaense Paulo Leminski, que também transitou pelo movimento, legou-nos uma obra incomparável. Que poder de síntese! Ainda me soam vivos estes versos: “Acordei bemol./ Tudo estava sustenido./ Fazia sol./ Só não fazia sentido.”
Grande abraço,
Sergio Sersank

(*) Sobre Júlio Ssraiva:

Nome Completo:Júlio Saraiva

Localidade:São Paulo- Brasil

Ocupação:Jornalista Profissional

Interesses:A Literatura basta

Informações extras:

Livros publicados: A Mímica do Vento (Edigrax, São Paulo, 1990) e Liturgia dos Náufragos (RG Editores, São Paulo, 2002)



Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/yogurt/index.php?uid=1350#ixzz14eYJIOio
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Adquira o seu exemplar

Adquira o seu exemplar
livro.estadodeespirito@gmail.com

COMENTÁRIO DE ISABEL FURINI, laureada poeta e escritora sobre a obra poética "Estado de Espírito"

http://www.icnews.com.br/2013.03.05/negocios/livros-de-negocios/estado-poetico-de-espirito/

Pesquisar este blog

HINO OFICIAL DE LUIZ ANTONIO

Letra: Sersank (Sergio S. Cunha)
Música: Irineu Santa Catarina


Clique para ouvir

https://www.youtube.com/watch?v=FmWSt6RqGs4

BEBO PAROLAS EN ESPERANTO

ESPERANTO: La solvo (A solução)

ESPERANTO: La solvo (A solução)

Veja aqui a NOTA da Prefeitura Municipal de Londrina sobre o lançamento doLivro de SERSANK

http://www.londrina.pr.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17367:sergio-sesank-lanca-estado-de-espirito&catid=88:cultura&Itemid=975

EL VIAJE DEFINITIVO - Poema de Juan Ramon Jimenez