sábado, 6 de novembro de 2010

DESPEDIDA




Perdera a praça, de repente, todo o encanto.
Estranha fez-se a noite e, em pouco, esvaneceram
Os risos ao redor. Todos se recolheram.

Tremiam-nos as mãos... Sofríamos, e quanto!...

Enfim, contendo as lágrimas que não desceram,
Disseste o “terminemos!”, sem causar-me espanto.
Num gesto fiz que sim. Tal era o desencanto
Que as nossas almas juvenis emudeceram...

Então, a despedida... Um último sorriso.
Um sussurro de adeus - e que adeus mais conciso!
Um brando e rude adeus! O olhar que tudo diz.

Agora, as desventuras da reminiscência.
Eras o bem maior de uma grata existência.
Que posso mais querer? ... Ai, sejas tu, feliz!...



(Do opúsculo "Oásis de Luz", de Sersank)
(Direitos autorais protegidos por lei)

Imagem:


A Saga Crepúsculo: Lua Nova

Bella Swan (Kristen Stewart): “Eu vou com você!”
Edward Cullen (Robert Pattinson): “Bella, eu não quero que você venha comigo.”
Bella: “Você… Você não me quer?”
Edward: “Não.”
Bella: “Bem, isso muda as coisas. Muito.”

Fonte: Foforks

6 comentários:

Sersank disse...

Sobre o soneto “DESPEDIDA”
Do site: http://www.luso-poemas.net/index.php

Enviado por Tópico aquazulis
Publicado: 06/11/2010 18:33 Atualizado: 06/11/2010 18:33
Colaborador


Usuário desde: 30/7/2010
Localidade: Tasmânia
Mensagens: 1216
Online!
Re: DESPEDIDA

Parabens pelo seu bem construído soneto!
Abraço!


Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=159341#ixzz14XdOPeL7
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Sersank disse...

Sobre o soneto “DESPEDIDA”
Do site: http://www.luso-poemas.net/index.php

Enviado por Tópico Ledalge
Publicado: 06/11/2010 18:42 Atualizado: 06/11/2010 18:42
Colaborador


Usuário desde: 23/7/2007
Localidade: SALVADOR- BA
Mensagens: 8281
Online!
Re: DESPEDIDA

Eu adorei este soneto. Com fechamento sublime!
Abraço!

Ledalge

Sersank disse...

Ledalge é o pseudônimo da cantora e poetisa Núria Carla, que assim se define:


"Sou uma mulher que respira poesia; que a mantém viva dentro de si dia após dia. Sou uma sonhadora, que busca nas vielas do sonho, os contornos da vida. Essa sou eu: NÚRIA CARLA, A LEDALGE."



Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/yogurt/index.php?uid=945#ixzz14XhQ9VAx
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Sersank disse...

Sobre o soneto “DESPEDIDA”
(Do Facebook)


Leonardo Janz:

Belíssimo soneto!!! Vale a leitura...

Estado de Espírito: DESPEDIDA
sersank.blogspot.com
Sobre o soneto “DESPEDIDA”Do site: http://www.luso-poemas.net/index.phpEnviado por Tópico aquazulis Publicado: 06/11/2010 18:33 Atualizado: 06/11/2010 18:33ColaboradorUsuário desde: 30/7/2010Localidade: TasmâniaMensagens: 1216Online! Re: DESPEDIDAParabens pelo seu bem construído soneto!Abraço!Ler

Kiro Menezes disse...

"A tristeza que se abrange em palavras simples, é soneto, é graça, em graça exprime! Espanto é que causa dor intensa, o que se espera é esperança, 'descontenta' mas não mata!"

É belíssima a obra!

Kiro Menezes

Sersank disse...

Obrigado, Valquiria.
Aproveito para registrar que visitei os dois belíssimos blogs que vc tem.
O "Roseira Ferida"
(http://kiromenezes.blogspot.com/)
e o
"Ilusão e Verdade)
(http://ilusaoeverdade.blogspot.com/).
Recomendo aos leitores que façam o mesmo.
Com votos de sucesso,
Sergio Sersank

Adquira o seu exemplar

Adquira o seu exemplar
livro.estadodeespirito@gmail.com

COMENTÁRIO DE ISABEL FURINI, laureada poeta e escritora sobre a obra poética "Estado de Espírito"

http://www.icnews.com.br/2013.03.05/negocios/livros-de-negocios/estado-poetico-de-espirito/

Pesquisar este blog

HINO OFICIAL DE LUIZ ANTONIO

Letra: Sersank (Sergio S. Cunha)
Música: Irineu Santa Catarina


Clique para ouvir

https://www.youtube.com/watch?v=FmWSt6RqGs4

BEBO PAROLAS EN ESPERANTO

ESPERANTO: La solvo (A solução)

ESPERANTO: La solvo (A solução)

Veja aqui a NOTA da Prefeitura Municipal de Londrina sobre o lançamento doLivro de SERSANK

http://www.londrina.pr.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17367:sergio-sesank-lanca-estado-de-espirito&catid=88:cultura&Itemid=975

EL VIAJE DEFINITIVO - Poema de Juan Ramon Jimenez