domingo, 23 de maio de 2010

ORIENTAL











Que eu dome, enquanto é tempo,

neste tempo de aflições,

as minhas más tendências e emoções.



Que eu cresça em singeleza e tolerância,

como crescem as taquaras

e fazem os bambuzais.



E, assim me curve e resista

quantas vezes necessário,

à fúria dos vendavais.


(Do livro "Estado de Espírito", de Sersank)



Imagem:
Banco de Imagens do google
Disponível em:
http://www.inlinefeat.ch/


7 comentários:

Sersank disse...

Sobre o poema “ORIENTAL”

“Que eu me curve e resista quantas vezes necessário,
à fúria dos vendavais.”

Palavras se tornam desnecessárias.
Perderia o encanto e magia, da mensagem contida.
Vigiai e orai....é só que consigo dizer...
Deus está contigo.
Beijos fraternais.

Rosa Maria J.Fagotti
23 mai 2010

Meu Toque disse...

Maravilhosa postagem que me fez pensar:Temos batalhas diárias contra coisas que nem sabemos que existem
Muitos buscam na fé forças, mas como humanos que somos vezes escorregamos até mesmo em relação a ter fé.
Acredito que Deus sempre nós mostra um caminho para o (re)começo e implanta em nós o sentir, como por exemplo, sentir ser como uma taquara.

Sérgio de Sersank disse...

Que bom saber que através desses modestos versos nossas almas podem por-se em sintonia, buscando juntos a compreensão dos reais sentidos da vida!
Meu abraço afetuoso, Nide!

João Carlos Lima LIMA disse...

São poucos os que conseguem ver a taquara dobrar e não se arrebentar mesmo sendo ela vazia no seu interior..., viu como elas se unem?

Sérgio de Sersank disse...

Bem vindo, João Carlos!
Obrigado pelo pertinente comentário e por sua honrosa visita.
Meu abraço.

Nádia Santos disse...

Realmente, nos tempos atuais o mundo está repleto de más tendências se não formos fortes em nossa convicções e na personalidade fica fácil se deixar levar... Um poema simples e tão cheios de ensinamentos. Prazer está aqui. Um abraço!
http://poesiasesonetos.blogspot.com.br

Sérgio de Sersank disse...

Que alegria receber tua visita e as palavras gentís que me deixas. Obrigado, Nádia. Também tive o prazer de visitar o seu blog. São lindas as tuas poesias. Abraço.

Adquira o seu exemplar

Adquira o seu exemplar
livro.estadodeespirito@gmail.com

COMENTÁRIO DE ISABEL FURINI, laureada poeta e escritora sobre a obra poética "Estado de Espírito"

http://www.icnews.com.br/2013.03.05/negocios/livros-de-negocios/estado-poetico-de-espirito/

Pesquisar este blog

HINO OFICIAL DE LUIZ ANTONIO

Letra: Sersank (Sergio S. Cunha)
Música: Irineu Santa Catarina


Clique para ouvir

https://www.youtube.com/watch?v=FmWSt6RqGs4

BEBO PAROLAS EN ESPERANTO

ESPERANTO: La solvo (A solução)

ESPERANTO: La solvo (A solução)

Veja aqui a NOTA da Prefeitura Municipal de Londrina sobre o lançamento doLivro de SERSANK

http://www.londrina.pr.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17367:sergio-sesank-lanca-estado-de-espirito&catid=88:cultura&Itemid=975

EL VIAJE DEFINITIVO - Poema de Juan Ramon Jimenez