quinta-feira, 10 de maio de 2012

AS NOITES ACABAM NUM DIA





"A maior revolução de nossos tempos é a descoberta de que, ao mudar as atitudes de suas mentes, os seres humanos podem mudar os aspectos externos de suas vidas."
                                                            William James
               (Filósofo americano, fundador da escola pragmática)


Em vez de estrelas, recontros
e sonhos, a noite escura
teve imagens de outras tantas
dissipadas na aventura. 
Reixas de esquinas e becos.
Sussurros. Risadas. Brados.
Tredos e turvos olhares.
Delitos dissimulados. 
Pesando-lhe aos ombros,
um gênio maldito
gritara-lhe: - Volta!
Inútil seu grito.
Longe dos lumes dos lupanares,
Sabia ser tarde. Recuar, estultícia...
Ao som dos seus passos de fera exaurida
ladravam os cães, evocando a polícia... 
Ao vento emergiram, informes, calados,
extintos afetos de um tempo esquecido.
Ao vento vagaram, despedaçados,
excertos de dramas, paixões sem sentido. 
De roupa surrada e soturno semblante,
lembrando avantesma do além foragida,
seguiu sem voltar-se, um único instante. 
Qual soterrado que emerge do túnel,
banhou-se do sol que escarlate surgia.
Novo rumo no horizonte,
por mais árduo, seguiria...


(Da coletânea "Estado de Espírito")





14 comentários:

Anônimo disse...

Un gusto leerlo y un aplauso. Leeré mas.

Kevin Rivas (Poeta Uruguaio)
angel_twin_93@hotmail.com
(Uruguai)

11 DE MAYO DE 2012
Comentário publicado no site Poemas del alma
http://www.poemas-del-alma.com/blog/mostrar-poema-173516

Sergio de Sersank disse...

Gracias, Kevin.
Abrazo!

Sergio de Sersank disse...

Comentário publicado no site "Recanto das Letras"

Muito bom, Sergio, parabéns!
Ulisses Borges
Torres - RS
11/05/2012 23:20 h

www.ulisses-borges.blogspot.com
Do site “Recanto das Letras”
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/3662914

Sergio de Sersank disse...

Obrigado, Ulisses.
Meu abraço!

Sergio de Sersank disse...

Comentário publicado no site "RECANTO DAS LETRAS"

Parabéns Sergio, cativante teu estilo, beijos!
Loira Paulista
Jundiaí - SP
11/05/2012 23:32 h


http://www.recantodasletras.com.br/poesias/3662914

Sergio de Sersank disse...

Obrigado pelo gentil comentário, poetisa de Jundiaí.
Terno abraço!

Sergio de Sersank disse...

Do Facebook:

Kara Sersank! Adorei esse também!... Emocionantes, profundos e sonoros como sempre.
Leonardo la Janz
REFLEXÕES DE GAIA
http://vivogaia.blogspot.com.br/

Sergio de Sersank disse...

Grato, Janz. Meu abraço!

Sergio de Sersank disse...

Comentário publicado no site Poemas del Alma:


“En lugar de los sueños, las estrellas
y las reuniones, la noche oscura
tenía tantas ideas
disipada en la aventura.”

Parabéns escrito excelente!!!

Marellia
Poeta de Argentina

http://www.poemas-del-alma.com/blog/mostrar-poema-173516

Sergio de Sersank disse...

Gracias, Marellia.
Alegra-me saber que vc gostou do poema.
Bj!

Anônimo disse...

“(...) De roupa surrada e soturno semblante,
lembrando avantesma do além foragida,
seguiu sem voltar-se, um único instante.(...)”

Eis cá o retrato d’uma alma transtornada, de alguém que a vida por razões desconhecidas ou familiares, não sei, reduziu por imposição e aceitação. Um momento como esse me parece eterno, tamanho o desespero e sofrimento. E o que mais me confrange, amigo Sérgio, nesse teu personagem, é a solidão crucial, a confusão existencial, as indagações que lhe calaram o poder de sonhar. Assim inicia-se nele próprio a dureza do cerne. O que a desilusão é capaz de fazer de tão negativo no ser humano! Mas, apesar do trajecto sorumbático que foi seguindo, soubeste chegar a um final de certa forma surpreendente, pela pontinha de luz que começa a brilhar. E eis que um novo homem ergue-se. Sente que deve escolher a permanência de acreditar, que pode dar mais um passo a frente. É tocante e instigadora a tua meditação. Tem um frenesi das inquietações de tudo aquilo que assola o espírito mas que, sobretudo, o abençoa para sempre levá-lo de retorno a vida. Maravilhoso, Poeta! Muito grata pela partilha generosa.
Meu abraço fraterno.
Perdoa-me a demora de retornar às tuas páginas.
Sofia_Rodrigues

Do site http://www.worldartfriends.com

Sergio de Sersank disse...

Obrigado, Sofia.
Dizem – e eu concordo plenamente – que ninguém pode mudar o caráter, a índole de outro. Podemos sim, com muito esforço, dando tempo ao tempo, mudar o nosso temperamento, as atitudes, o nosso jeito de ser. Que triste seria o mundo se não mudássemos por dentro, não é mesmo? Se vivêssemos em perene rotina, se continuássemos, com o passar dos anos, alimentando as mesmas velhas opiniões sobre tudo, como cantava o Raul Seixas!...
William James entende que esta “descoberta” – a do poder do homem em transformar-se a si mesmo - é a grande revolução dos nossos tempos.
O poema que você comentou com muita propriedade é uma síntese dessa energia latente de que a Natureza nos dotou.
Infelizmente, é ainda assustador o número de indivíduos que se deixam abater face às adversidades da vida, dos que perdem a fé em si mesmos, dos que se entregam ao desespero, ao crime, à neurastenia, ao suicídio.
Nós somos os verdadeiros artífices de nossos destinos. Por mais difíceis sejam as situações e os problemas que se nos deparem, sempre haveremos de encontrar saídas e suplantá-los, se tivermos conservado em nosso mundo interior as necessárias reservas de energia, de fé e de coragem.
Há quem acredite que certos tipos humanos (criminosos, dependentes químicos, alcoólatras, etc) sejam irrecuperáveis.
Para esses, especialmente, o poema é direcionado.
Um grande abraço a você e minha solidariedade pela tristeza que certamente sentiu em ver, recentemente, uma ótima contribuição sua no luso-poemas ser mal recebida por um dos participantes daquele site, talvez por ele não ter entendido bem o seu despretencioso gesto.
Tenha uma boa noite. Muita paz.

Anônimo disse...

Por me emocionar... as palavras
ficaram sem voos. Agradeço em silencio.
Mas com admiração.
Bjs!
Vania Lopes
Luso-Poemas

Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?com_mode=thread&com_order=0&storyid=221822#ixzz1wQEsFAvr
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Sergio de Sersank disse...

Obrigado, Vania.
Encanta-me a tua sensibilidade.
Os poetas são assim. Escrevem para se libertarem da emoção. Buscam o silêncio interior.
Sobre essa interiorização das nuances do sentimento, leciona um dos grandes poetas ingleses:

“A poesia não é uma liberação da emoção, mas uma fuga da emoção; não é a expressão da personalidade, mas uma fuga da personalidade. Naturalmente, porém, apenas aqueles que têm personalidade e emoções sabem o que significa querer escapar dessas coisas.”
T.S.Eliot (1988~1965)

...............................................................

T.S.Eliot - o poeta, o crítico, o ensaísta, o dramaturgo - encarna uma das mais estranhas e poderosas permanências literárias de nossa época. Estranha, porque foi ele, acima de qualquer outro, o escritor contemporâneo que mais conscientemente buscou, na tradição cultural do passado, o sentido de um tempo presente que, por estar sempre vindo a sê-lo, fosse também futuro; poderosa, porque sua obra, a um só tempo clássica e moderna, revolucionária e reacionária, realista e metafísica, está na própria raiz que informa e conforma a mentalidade poética de nossos dias, tendo exercido fecunda e duradoura influência sobre todas as gerações que se formaram a partir de 1930.
(Comentário de Ivan Junqueira publicado
no livro "Poesia". Editora Nova Fronteira 1981)

Tenha uma noite abençoada. Muita Paz!

Sergio de Sersank


Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=221822&com_id=866639&com_rootid=866638&com_mode=thread&com_order=0#comment866639#ixzz1wQE9VxOB
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Adquira o seu exemplar

Adquira o seu exemplar
livro.estadodeespirito@gmail.com

COMENTÁRIO DE ISABEL FURINI, laureada poeta e escritora sobre a obra poética "Estado de Espírito"

http://www.icnews.com.br/2013.03.05/negocios/livros-de-negocios/estado-poetico-de-espirito/

Pesquisar este blog

HINO OFICIAL DE LUIZ ANTONIO

Letra: Sersank (Sergio S. Cunha)
Música: Irineu Santa Catarina


Clique para ouvir

https://www.youtube.com/watch?v=FmWSt6RqGs4

BEBO PAROLAS EN ESPERANTO

ESPERANTO: La solvo (A solução)

ESPERANTO: La solvo (A solução)

Veja aqui a NOTA da Prefeitura Municipal de Londrina sobre o lançamento doLivro de SERSANK

http://www.londrina.pr.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17367:sergio-sesank-lanca-estado-de-espirito&catid=88:cultura&Itemid=975

EL VIAJE DEFINITIVO - Poema de Juan Ramon Jimenez