quarta-feira, 28 de setembro de 2011

PER OMNIA SAECULA, SAECULORUM...




Fonte: 
(disponível no Banco de dados do Google)



Se os ventos do século vinte
cristalizaram em muitos
a ânsia pelo sublime,
as asas do coração,
a alguns não ensurdeceram.

Suavizam o ar as vozes
dos poetas que passaram e 
e dos que, heróicos, resistem,
perdidos na multidão.

Gritemo-las aos que surgem
e hão de estender esse canto
para os homens que virão...








Poema de Sergio Sersank ("Estado de Espírito") 









2 comentários:

Paulo Augusto Farina disse...

Grande Sérgio! Como todas as linhas de sua lavra: Carregadas de significados! Parabéns pela Obra e pelo Blog! Fraterno Abraço, Paulo Augusto Farina do Blog Arquivos (des)conexos!

Sergio de Sersank disse...

Caríssimo Paulo,
É imensa a alegria de recebê-lo aqui.
Venha mais vezes.
Verei em seguida o seu blog. Abração,
Sergio

Adquira o seu exemplar

Adquira o seu exemplar
livro.estadodeespirito@gmail.com

COMENTÁRIO DE ISABEL FURINI, laureada poeta e escritora sobre a obra poética "Estado de Espírito"

http://www.icnews.com.br/2013.03.05/negocios/livros-de-negocios/estado-poetico-de-espirito/

Pesquisar este blog

HINO OFICIAL DE LUIZ ANTONIO

Letra: Sersank (Sergio S. Cunha)
Música: Irineu Santa Catarina


Clique para ouvir

https://www.youtube.com/watch?v=FmWSt6RqGs4

BEBO PAROLAS EN ESPERANTO

ESPERANTO: La solvo (A solução)

ESPERANTO: La solvo (A solução)

Veja aqui a NOTA da Prefeitura Municipal de Londrina sobre o lançamento doLivro de SERSANK

http://www.londrina.pr.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17367:sergio-sesank-lanca-estado-de-espirito&catid=88:cultura&Itemid=975

EL VIAJE DEFINITIVO - Poema de Juan Ramon Jimenez