segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

ESTÓRIA DE VILAREJO




Valdério era um velho surdo
e contumaz galhofeiro,
ranheta como ninguém.
Tratava com vitupérios
até os que o tratavam bem.


- Toma cuidado, Valdério!
- Cuidado, a linha do trem!
- Valdério, olha o trem, cuidado!
Voltava-se com desdém.

Era surdo, mas não cego.
É claro que via o trem!
Uma dia, os seus desaforos
que o prefeito, o delegado,
sabiam por nhe-nhe-nhem,
ousara os dizer, de frente,
aos desafetos do Além...



Foi assim que os moradores
do lugar – gente de bem –
com cruz ornada de flores
  marcaram, como convém,
o triste fim do Valdério
  no trecho em que apita o trem.
                                                                                 
                                                                       Sersank Kojn (Do livro: Estado de espírito)
         
 (Direitos autorais registrados e protegidos por lei)
Fonte:

6 comentários:

Sersank disse...

Do site: www.luso-poemas.net

Publicado: 13/02/2011 21:54 Atualizado: 13/02/2011 21:54
Da casa!



Usuário desde: 03/5/2009
Localidade: Campo Grande -MS -Brasil
Mensagens: 361
Re:

ESTÓRIA DE VILAREJO

rsrsrs...
Ai Valério! Que fim!
Espirituoso e muito bom!

Beijos,
Lou

(Lourdes Braga Fracalossi)


Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=175389#ixzz1DtafwboX
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

Sersank disse...

Re:

ESTÓRIA DE VILAREJO P/ Lourdes B. Fracalossi

Oi Lourdes,
Que bom que vc gostou! Visite meu blog (http://sersank.blogspot.com)
Em tempo:
Acabo de visitar também o seu. Vou recomendá-lo aos amigos.
Abraço,
Sergio

Lourdes é poeta de Campo Grande, MS. É bióloga e desenvolve bonito site literário.
Visitem!

http://lourdesfracalossi.zip.net

Sersank disse...

Sobre ESTÓRIA DE VILAREJO


13 fev 2011
ROSANE Cherem de Abreu, por e-mail
para Sersank
14 fev 2011

Adorei esta.
Me lembrou Angra dos Reis com as pessoas mais idosas andando confiantes na linha do trem.
Abraços.



Acesse também: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=175389&sm...

Sersank disse...

Obrigado, Rosane!

Sabia que vc ia dizer algo sobre este poeminha que não pretende ser trágico, antes cômico.
Meu abraço,
Sergio

Sersank disse...

Do site "VIADEO"


ESTÓRIA DE VILAREJO - Poemas de humor - Poemas e Frases - Luso-Poemas


Domingo à 22:36 - comentário

MAGNÍFICO, AMEI DEMAIS! PARABÉNS!
Maria Eloisa Dias de Moura


"ENCARAR A VIDA E NÃO TER MEDO DO NOVO, ESSE É MEU LEMA!"

Sersank disse...

Fico feliz que tenhas gostado do poema, Maria Eloisa.
Obrigado pelo comentário.
Meu abraço e votos de felicidade!
Sergio Sersank
(http://sersank.blogspot.com


P.S.:

Maria Eloisa (Elô, como gosta de ser chamada) é ex-enfermeira e ativista cultural, reside na cidade
de Porto União - SC e muita nos honra com seu comentário. (Sersank)

Adquira o seu exemplar

Adquira o seu exemplar
livro.estadodeespirito@gmail.com

COMENTÁRIO DE ISABEL FURINI, laureada poeta e escritora sobre a obra poética "Estado de Espírito"

http://www.icnews.com.br/2013.03.05/negocios/livros-de-negocios/estado-poetico-de-espirito/

Pesquisar este blog

HINO OFICIAL DE LUIZ ANTONIO

Letra: Sersank (Sergio S. Cunha)
Música: Irineu Santa Catarina


Clique para ouvir

https://www.youtube.com/watch?v=FmWSt6RqGs4

BEBO PAROLAS EN ESPERANTO

ESPERANTO: La solvo (A solução)

ESPERANTO: La solvo (A solução)

Veja aqui a NOTA da Prefeitura Municipal de Londrina sobre o lançamento doLivro de SERSANK

http://www.londrina.pr.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17367:sergio-sesank-lanca-estado-de-espirito&catid=88:cultura&Itemid=975

EL VIAJE DEFINITIVO - Poema de Juan Ramon Jimenez